terça-feira, 13 de outubro de 2009

Tribal Generation Vitória- ES

Que tempo de renovo que foi esse...!
Pra mim, dos TGs regionais, esse foi o melhor.




Quando falo de renovo, é realmente sentir-se respirando novos ares, baterias recarregadas. Estar com amigos que moram longe, conhecer pessoas novas que parece que eu já conhecia a anos, isso não tem preço, poder ser eu mesma, falar o que eu quiser sem pretensão de parecer mais os menos santa, mas simplesmente poder rir, me divertir, compartilhar, confessar e aprender naturalmente, sem demagogias, sem precisar podar 90% do que eu realmente quero dizer e ser. Minha convicção sobre o que sei sobre Deus e já vivi com ele me deixam livres para poder ser eu mesma e ter essa liberdade com pessoas que também estão ali sendo elas mesmas, é maravilhoso! Fico esperando a próxima vez vir logo, mas se fosse sempre, não seria a mesma coisa.

Ver que tem gente com as mesmas dúvidas que eu, mesmos conflitos, mesmas lutas, mesmos erros me deixou com uma sensação de alívio. De um tempinho pra cá, devido a tanto conflito com Deus que eu tive e tantas burradas que eu fiz, eu me questionava muito sobre o que Deus pensava de mim e sobre mim principalmente. Acho que minha impulsividade as vezes, meu jeito, minha personalidade, minhas vontades me fazem pensar constantemente que eu seja uma pessoa mais propensa ao erro do que a maioria dos seres humanos e talvez isso realmente seja verdade, mas vi que isso não me faz menos que ninguém e que eu não sou a única assim no mundo. Nunca pensei que escutar tanta merda também fosse tão edificante. haha! Preciso me corrigir muito ainda, preciso aprender a confessar mais, a ver que sou um ser humano (quase) normal, quebrar meu ego e orgulho que fazem mil coisas ficarem presas em mim e me deixarem mais culpada do que eu deveria por medo de falar. Mesmo que eu seja incrivelmente desbocada (as vezes até alem da conta) e sem problemas para assumir as coisas, ainda tinha muitas barreiras e dificuldades para tomar coragem de muita coisa ainda. Acredito que ver que não sou um alienígena me ajudou bastante a achar que eu não vou matar ninguém de parada cardíaca caso escute minhas burradas. hahaha!
Foi um tratamento de Deus conviver com pessoas como eu. E como eu precisava de pensar e repensar sobre tanta coisa. Muita culpa e questionamentos se esclareceram. Me sinto bem mais leve.

Enfim, no mais, me diverti e ri pra caramba!
Mesmo com areia nas nádegas, amigos que degrinem minha reputação, senha do twitter sequestrada, gordisses e afins, teve bão! hahahhaha!
Quando eu estiver com menos sono, talvez eu fale mais um pouco.
Dormir no corredor do microonibus que nem um cadáver foi uma descoberta divina, mas deixa os culotes a as costas extremamente doloridas. E o resto de criatividade disseminado durante a viagem de volta como abajur de crocs, Rodney Dy, contos tenebrosos do pamonhão do elástico vermelho e boate de celular e laterninha de ronda cansaram um pouco a minha vasta mente fértil que precisa de repouso.

Ahhhh! Quero a próxima vez logo!

E obrigaaaaaaaaaada a todos que estiveram comigo esse tempo, foi um privilégio pra mim!!

Obrigada Deus, por me presentearcom momentos assim e por me amar pela graça, de graça mesmo. Eu nem merecia...

2 comentários:

  1. Abajur de Crocssssssssss! hahahahaha

    ResponderExcluir
  2. Ae...alguem fez um comentário nesse blog!! =P
    Cara...to sem palavras ainda pra descrever vc!! hahaha vc é unica meu!! quer dizer essa galera de uberlandia eh unica!! mto bom mesmo ver que tem outras pessoas perdidas igual eu por ae, me sinto mais seguro...puts vai fazer falta na minha vida viu vc e o pessual dai.
    EITA TREM BAO ESSE!!!
    to esperando vc aqui em sp!!!
    fica com Deus, se cuida lindona!
    bjãoooo

    ResponderExcluir